Familiayud's Weblog

Início » Uncategorized » Do calor ao frio

Do calor ao frio

agosto 2013
D S T Q Q S S
« jul   set »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Família Yud: Isaias, Queia e Mateus Yud

Servindo a Deus na Amazônia Peruana – Agosto 2013

Pucallpa, Ucayali, Peru, Agosto de 2013.

“ Ele manda que todas as pessoas, em todos os lugares, se arrependam dos seus pecados e voltem para Ele. ” Atos 17:30b

Queridos amigos,

Queridos companheiros de oração e ação,

Queremos compartilhar com vocês as ultimas noticias da nossa família, do ministério a nos confiado.

Muito obrigado por ler as nossas cartas, muito obrigado por continuarem conosco, muito obrigado pela sua participação de forma direta ou indireta nas nossas vidas e ministério.

Continuamos escrevendo sobre a ultima viagem a tribo, parte por parte para que todos possam aproveitar melhor. Louvamos a Deus pela oportunidade de mais uma viagem para a tribo e por tudo que Ele nos permite fazer, pela sua presença, suas forças, suas ferramentas, seus recursos e todo o que Ele nos da para realizar a sua obra nesta parte da terra. Obrigado Deus. Os frutos, os resultados, as vitorias, as derrotas os sofrimentos, são de todos que estão participando conosco em oração e em ação, muito obrigado.

Oremos pelos perdidos, vivamos um evangelho autentico, falemos de Jesus aos que estão perto de nos, oremos pelos missionários, sustentemos os missionários. A nossa visão, oração é que todo joelho se dobrara e toda língua confessara que Jesus é o Senhor. Deus te abençoe e te use para levar a luz de Jesus ao mundo perdido.

Somos gratos a Deus por poder viver para Ele, com Ele e por Ele.

Muitas bênçãos de Deus, um abraço forte com carinho para cada um.

Juntos para estender o reino de Deus na terra.

Deus os abençoe e os recompense.

Abraços com muito carinho, Isaias, Queia e Mateus Yud – Família Yud

Viagem a tribo Bora, a tribo Murui:

  2ͣ parte – Forno de Barro:

Depois da convenção das igrejas e com a alegria dos frutos, continuamos com a próxima atividade.

Tínhamos feito todos os planos para começar a montar a padaria da tribo. Este é um velho sonho dos irmãos da tribo.

Pedimos a um índio de outra tribo para vir e nos ajudar a fazer o forno. Depois de muitas ligações telefônicas e alguns problemas o irmão veio.

Começamos a trabalhar, primeiro foi cortar e preparar parte da madeira que iríamos usar. A outra parte eles já tinham preparado antes.

Próximo passo: Fizemos uma caixa de madeira de dois metros quadrados.

Depois começamos a encher a caixa com terra, um metro de altura.

A continuação cada um trouxe uns paus do mato para poder fazer a estrutura do forno. Eram necessários paus que pudessem dobrar para dar a curvatura que precisávamos.

Ultimo passo trazer o barro adequado e fazer a massa para cobrir todo o forno.

Tivemos mais de 10 pessoas trabalhando nos três dias.

Agora estamos esperando que seque. Estamos tendo problemas porque esta chovendo todos os dias e não esta secando o barro. Mesmo que não é o tempo de chuvas.

Depois disso, eles vão queimar e fechar as rachaduras.

Nesta primeira etapa, mas uma vez trabalhamos tomados da Mão. Eles deram o que tinham, como: – madeira, barro, mão de obra, etc. E nos estamos dando o que eles não tinham como o dinheiro para pagar a mão de obra e as passagens do irmão que veio fazer o forno.

A próxima etapa é o curso de como fazer os pães. Outra vez vira o irmão que é padeiro de outra tribo. Esta etapa eles farão sozinhos porque Isaias não pode viajar para a tribo nestes tempos.

O investimento que estamos fazendo é alto: – Pagar passagens do irmão – Pagar o trabalho do irmão – Agora precisamos de: – Pagar as passagens para ele vir dar o curso – Comprar os ingredientes para fazer pão como farinha de tribo, fermento, etc.. A visão é ajudar com os ingredientes para o começo e que depois eles possam continuar comprando os ingredientes com a venda dos pães. A visão é ajuda-los a ter uma pequena fonte de entradas para ajudar na manutenção das famílias que irão trabalhar na padaria.

Por favor, pedimos as suas orações para: – que o forno seja de benção, de ajuda, para as famílias da tribo – para que eles consigam administrar bens os recursos – por perseverança – pelos recursos que precisamos para o curso, ingredientes, passagens, etc..

Ainda não temos estes recursos.

Se alguém quer saber mais sobre isso ou quer dar uma oferta especial para isto, por favor, nos escreva. Será de benção na vida dos índios. Muito obrigado.

   

  Doente da tribo Bora:

   Raquel, índia Bora.

Como tínhamos escrito, ela esta doente. Tem um câncer no intestino que precisa ser retirado com uma operação.

Ela e o seu filho Robert já estão em Lima. Sua filha Kelly não pode ir com ela a Lima porque não encontrou a ninguém que pudesse cuidar dos dois filhos.

Depois de uma semana em Lima conseguiram realizar a primeira consulta. Para isso Robert foi para a fila as três da manha e em duas oportunidades não conseguiu consulta.

Em Lima tem doentes de todas as cidades do Peru, por isso tudo é muito demorado, difícil, cheio de papeis, etc. Por favor, oremos por isso, por agilidade, por rapidez.

Estamos em outra cidade e não podemos estar em Lima com eles. Por isso, nosso contacto diário com eles é por meio do celular.

Pedimos por favor, que nos ajudem orando pela Raquel e pelo filho Robert: – Sua vida espiritual (Robert, o filho, esta desviado faz muito tempo. Ele antes foi deputado) – Que seja muito rápido – Cura completa do seu corpo físico – Proteção contra outras doenças com o frio de Lima (eles são da selva onde faz muito calor e agora estão no frio de Lima) – Médicos, enfermeiras, pessoal da área de saúde – Falta pagar uma parte das passagens aéreas de Iquitos a Lima, da Raquel e do filho Robert– As necessidades em Lima: – Transporte, alojamento, alimentação, remédios, comunicação, etc.

Por favor, se alguém pode ajudar a Raquel nas necessidades de Lima, será uma benção para ela e para todos nos. Muito obrigado.

Breves:

· Isaias estava acompanhando ao pastor Jorge, índio Bora, e a sua família em Pucallpa. Eles estavam aqui para dar aulas em um instituto Bíblico para índios. Ele ia cada semana para passar uma tarde com eles, aconselhar, orar com eles, ajudar no possível. Tivemos bons tempos juntos e pudemos estreitar mais a nossa amizade. Na ultima vez que foi ficou ate o começo da noite. Na volta para casa, tinha que andar em uma estradinha de pedras de 3,5 km para chegar ao asfalto, e depois mais 15 km para chegar a casa. Depois de andar uns 500 metros furou o pneu da moto e teve que empurrar a moto por 3 km, estava escuro e cheio de pedras soltas. Deixou a moto em um lugar de confiança e no dia seguinte foi buscar e empurrar até um borracheiro para arrumar.

· Queia terminou mais uma etapa do discipulado com as mulheres na igreja. Logo escreveremos mais sobre isso. Foram tempos muito bons e abençoados por Deus.

“ Missionários não são pedintes. Eles são embaixadores, o que nos dá a oportunidade de nos tornarmos seus sócios, dando o nosso dinheiro eles dão as suas vidas.”

Próximas ações:

– Envio de um índio Bora e um índio Huitoto para um curso de Teologia em Chazuta, San Martin.

– Ferias de Julho. 25 de julho a 4 de agosto.

– Curso de Missoes Transculturais na tribo Quéchua de San Martin. 5 ao 9 de agosto.

– Pregar em uma conferencia de Missões na igreja de Sisa, Quéchua San Martin: 10 ao 12 de agosto.

– Gravação do Novo Testamento no idioma Murui (Huitoto) para depois ter os proclamadores.

– Escola de futebol com princípios bíblicos na tribo.

– Envio de um missionário Huitoto do Peru aos Huitoto da Colômbia.

– Comemoração dos 20 anos de casamento. Estamos sonhando em fazer uma viagem como casal, uma segunda lua de mel.

Por favor, oremos por cada uma destas atividades. Obrigado.

Pedidos de oração:

1. Pelos pedidos mencionados anteriormente.

2. Pela Raquel, índia Bora, e pela seu filho Robert: – Sua vida espiritual – Arrependimento e reconciliação com Deus, Robert – Cura completa do seu corpo físico – Proteção contra outras doenças com o frio de Lima (eles são da selva onde faz muito calor e agora estão no frio de Lima) – Médicos, enfermeiras, pessoal da área de saúde – Falta pagar uma parte daspassagens aéreas de Iquitos a Lima, da Raquel e do filho Robert que tem que acompanha-la. – Operação – Que seja muito rápido – As necessidades em Lima: – Transporte, alojamento, alimentação, remédios, comunicação, etc.

3. Que Deus levante mais pessoas e igrejas para nos sustentarem em oração e economicamente. Precisamos completar o sustento familiar e da obra aqui no Peru.

4. Oremos pela recuperação física do Roger, índio Bora. Teve um acidente bem grave. A maior parte do corpo esta ferido. O mais grave é uma fratura da clavícula. O osso esta fora do lugar e precisa ser colocado no lugar. Os médicos estão em greve e mandaram ele de volta para a tribo.

5. Que mais pessoas conheçam a Jesus hoje, como Senhor e Salvador. Que haja arrependimento e recebam o presente da salvação em Jesus.

6. Por um auto para mobilizarmos em Pucallpa e em todas as partes.

7. Por recursos para uma viagem de segunda lua de mel, em dezembro, comemorando os 20 anos de casamento.

8. Oremos pelos Huitoto da Colômbia. Deus os guie, proteja, de salvação para os Huitoto da Colômbia. Que Deus salve os indígenas da Colômbia e de todo o mundo. Que Deus nos ajude a plantar uma igreja lá. Pastor Nilson e família estão prontos para ir, precisamos de ajuda para envia-los e mantê-los.

Como posso fazer parte do Ministério no Peru ?

Deus nos deu a oportunidade de amar e servir a Ele. Entregando nossas vidas, nosso tempo, os dons, talentos para Ele. Por meio das missões. Se você quer se unir a nos pode fazer das seguintes formas:

1. Comprometendo-se a orar por nos. Isso é o primeiro, o mais importante, a base de tudo. Orar é participar. Somos Dependentes de Deus e das suas orações. Orando.

2. Pode ofertar para o nosso sustento: – Mensalmente – Esporadicamente – Para um projeto especifico. Isso é repartir o que Deus te da, entendendo que tudo é de Deus. Dando: – Ofertando – Sustentando – Dando com um coração alegre. – Dar é uma atitude de coração e não de bolso.

3. Pode vir e se unir a esta aventura. Você ou o seu grupo serão bem vindos. Indo: – viajes de curto prazo – projetos de saúde – doando as tuas férias para missões – etc. – Biblicamente todos devemos fazer discípulos aonde Deus nos colocou. – Alguns deixam tudo e vão como nos e outros, mas Deus quer que todos façam discípulos na escola, no trabalho, na casa, na vizinhança, ou seja, em todos os lugares. Missoes é uma sociedade, igreja e missionários, missionários e igreja.

Se fora a oração você quer participar conosco, veja como em: 

https://familiayud.wordpress.com/participe-conosco-peru-otros/

   isaias.mateus.yud

   cleiayud

Isaias Mateus Yud

“Ele manda que todas as pessoas, em todos os lugares, se arrependam dos seus pecados e voltem para Ele. ” Atos 17:30b

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: